“A civilização da Idade do Plástico, chamada de período polimerítico, se extinguiu há muitos anos. Sobraram apenas escombros, restos deste material de textura peculiar, quase no limite entre o que a mão já toca e o que a mão está prestes a tocar. Esta exposição traz um pequeno fragmento, encontrado em escavações arqueológicas, do que sobrou dessa era assombrosa e ainda muito desconhecida — sabe-se quase apenas que as populações da era do plástico procuravam plastificar quase tudo que tocavam.”

Arqueologia do Plástico é um projeto de instalação para um fictício museu de arqueologia, onde todos os objetos em exposição serão realizados com plástico: fragmentos de utensílios domésticos, estátuas, vestuário, imagens, etc. Tal qual numa sala de museu, as peças foram dispostas em prateleiras, armários ou vitrines, e identificadas por seu suposto uso. Textos históricos contextualizavam o acervo exposto, auxiliando a criar a atmosfera do objeto museológico.

Exposição: Arqueologia do Plástico, 2008
Espaço Piloto
Projeto em parceria com Hilan Bensusan e Waleska Reuter (acesse o vídeo aqui)

︎